menu
Topo
Bru Fioreti

Bru Fioreti

Categorias

Histórico

26 perguntas de autocoaching para se fazer antes de mudar de emprego

Bru Fioreti

29/01/2018 05h00

A decisão de sair ou ficar em um emprego é mais complexa do que parece. Quando a saturação atinge um nível muito alto, a tendência é que a gente só enxergue os defeitos da empresa, dos colegas, dos benefícios e comece a se sabotar, adotando comportamentos que não levam a nada positivo (leia-se mau humor, baixa produtividade, arroubos de irritação…).

Se você está se vendo nessa situação, ainda assim pode ser que não seja o caso de sair de onde está, mas de tentar mais um pouco, porém alterando seu comportamento para conseguir melhores resultados e uma chance de crescer internamente.

Caso a decisão seja a de sair, será importante também ter feito uma autoavaliação para não trocar seis por meia dúzia e repetir os mesmos padrões, vivenciando os mesmíssimos problemas dois meses depois de sair.

Se o seu ânimo para ir para o trabalho está nesse nível, é hora de fazer autocoaching para avaliar o que está errado! (Foto: Pexels)

As perguntas que não querem calar

Em qualquer um dos casos citados acima, o autocoaching — coaching com você mesmo — funciona.

Trata-se de fazer aquelas perguntas difíceis (por vezes repetitivas) a si mesmo e esgotar as possibilidades. A primeira resposta será, via de regra, "não sei", porém a insistência vai ajudar você a sair desse comodismo mental e buscar soluções.

Depois de feita a sequência de questionamentos, você se sentirá mais confiante da decisão que tomar e ganhará clareza para direcionar a busca por uma nova vaga ou resolver a sua insatisfação atual.

A ideia vale também para quem pensa em abrir ou fechar uma empresa, já que segue a lógica de promover uma reflexão aprofundada sobre a sua responsabilidade independentemente dos acontecimentos externos.

Se sua dúvida for mais voltada à mudança de carreira, assista ao vídeo abaixo, que está no meu canal no YouTube.

Sugestão: escreva tudo no papel para não deixar as ideias se perderem.

Seu roteiro de autocoaching de carreira

  1. Por que exatamente estou me sentindo insatisfeito hoje na carreira?
  2. Qual minha responsabilidade pela situação desconfortável em que estou?
  3. O que nunca tentei e que posso tentar antes de decidir se saio do emprego atual ou não?
  4. Tenho chances de crescer fazendo o que já faço hoje?
  5. Há algo que eu possa fazer para me destacar aqui?
  6. Estou culpando outras pessoas por questões que eu deveria resolver?
  7. Há alguém que ainda não acionei e que pode me ajudar a crescer/ser mais feliz aqui?
  8. Tenho chances de crescer em outra área/atividade na empresa atual?
  9. Se eu aguardar mais alguns meses, essa situação tem real chance de mudar? Como?
  10. Daqui a um ano, como vou me sentir se continuar neste trabalho?
  11. Vejo mais perspectivas fora do que na empresa atual? Por quê?
  12. O que eu perco saindo deste emprego?
  13. O que eu ganho saindo deste emprego?
  14. O que eu perco ficando neste emprego?
  15. O que eu ganho ficando neste emprego?
  16. Se sair, quais serão os comportamentos que devo evitar no próximo trabalho?
  17. E quais quero reforçar?
  18. O que tenho certeza de que não quero daqui em diante?
  19. E o que quero no lugar disso?
  20. Tenho consciência de que terei problemas em qualquer empresa e mesmo assim quero me livrar dos atuais?
  21. Estou animado com a possibilidade de fazer um processo de adaptação?
  22. Estou tentando mascarar algum outro problema mudando de empresa?
  23. O que minha intuição me diz: devo sair ou ficar?
  24. Baseado na minha intuição e na análise acima: vou sair ou ficar?
  25. Qual vai ser meu primeiro passo ao sair — ou ao ficar?
  26. O que aprendi sobre mim com essa reflexão?

Sobre a autora

Bruna Fioreti é coach de vida e carreira, jornalista e consultora de branding pessoal e conteúdo. Ministra cursos e palestras sobre carreira, estilo, produtividade e temas femininos pelo Brasil - expertise desenvolvida em cinco anos como redatora-chefe da revista Glamour. Com MBA em Coaching em curso e seu projeto Manual de Você, realiza dezenas de atendimentos individuais e dissemina o conceito de #autocoaching nas redes sociais.

Sobre o blog

Dicas e reportagens sobre carreira, com foco nas mulheres que buscam satisfação, foco, produtividade e aprimoramento da imagem profissional. Um espaço para falar das tendências da área, que vai te ajudar a atingir a melhor performance da empresa chamada VOCÊ.