menu
Topo
Bru Fioreti

Bru Fioreti

Categorias

Histórico

Como usar a #gratidão para crescer na carreira

Bru Fioreti

2004-08-20T17:08:00

04/08/2017 08h00

São mais de 6,5 milhões de citações da #gratidão no Instagram — só nesta versão, com acento.

Assistimos ao sucesso dessa hashtag por uma razão que ultrapassa a fachada de bom-mocismo nas redes sociais: uma chuva de pesquisas vem comprovando as vantagens práticas de injetar gratidão no dia a dia, em grande parte, graças à ascensão da Psicologia Positiva, capitaneada pelo pesquisador Martin Seligman, da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos.

Estudos de neurociência comprovaram que, ao sentir gratidão, ativamos o sistema de recompensa do cérebro, o que desencadeia sensações prazerosas e nos faz, em última análise, mais felizes. As áreas do cérebro acionadas quando você faz algo bom ou quando simplesmente agradece por algo bom são as mesmas — ou seja, sentir-se grato traz benefícios semelhantes a fazer e receber o bem mais uma vez.

Sim, a gratidão é uma multiplicadora de boas emoções!

Além disso, outra pesquisa, desta vez realizada em Indiana, também nos EUA, demonstrou que exercitar a gratidão por meio da escrita é como exercitar um músculo, que se fortalece com o tempo. A escrita ajuda a prolongar a sensação de bem-estar única causada por essa emoção.

Mas as vantagens de cultivar essa sensação são ainda maiores.

Quem diria que a gratidão seria tão eficiente para deixar a gente feliz até no trabalho?! (Foto: Pexels)

Carreira e gratidão, tudo a ver 

A gratidão tem um efeito, digamos, mais mundano.

Um resumo do que ela pode fazer por nós na seara profissional vem da professora Barbara Fredrickson, da Universidade da Carolina do Norte. Em seu curso de psicologia positiva (eu mesma fiz), ela relata uma série de pesquisas que comprovaram que as emoções positivas tornam as pessoas mais receptivas umas às outras e mais criativas.

O pulo do gato foi a descoberta de que a positividade aumenta a capacidade cognitiva das pessoas e a clareza mental,  além da saúde cardiovascular, da imunidade e do nível de satisfação com a vida.

E a essa altura você já sacou que a gratidão é um dos meios mais eficientes de gerar emoções positivas, certo?

Na prática e no dia a dia do trabalho, isso se traduz em maior facilidade para:

  • resolver problemas e conflitos,
  • encontrar soluções mais criativas,
  • aprender e desenvolver novas habilidades,
  • manter a calma diante de crises,
  • manter bons relacionamentos com os colegas,
  • agir com mais segurança e mais rapidez,
  • cultivar um clima de positividade ao redor, graças ao que Barbara chama de "ressonância positiva"– a contaminação que o bem exerce!

Como exercitar a gratidão

Para ter esses benefícios, é preciso fazer da gratidão um hábito.

Uma forma difundida é anotar três coisas pelas quais sente gratidão toda noite. Esse número não é aleatório — ele aparece, mais uma vez, nas pesquisas da doutora Barbara. É a proporção 3/1, a ativação consciente de três emoções positivas para cada negativa, numa tentativa de neutralizar as coisas ruins que aconteceram no seu dia.

Também vale fazer uma  espécie de diário, no qual você vai anotar as coisas boas do seu dia, mas também tudo o que te faz se sentir bem, seus gostos, projetos… Um diário do bem.

A constância dessas anotações é fundamental, até porque nosso cérebro tende a reter as emoções negativas e a deixar "escapar" as positivas, numa proteção que teve papel evolutivo importante, mas que deixou como herança a tendência para a negatividade. Entende agora o porquê da proporção três emoções positivas para cada negativa?!

Mas vamos fazer um esforcinho porque a #gratidão, convenhamos, vale muito a pena.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre a autora

Bruna Fioreti é coach de vida e carreira, jornalista e consultora de branding pessoal e conteúdo. Ministra cursos e palestras sobre carreira, estilo, produtividade e temas femininos pelo Brasil - expertise desenvolvida em cinco anos como redatora-chefe da revista Glamour. Com MBA em Coaching em curso e seu projeto Manual de Você, realiza dezenas de atendimentos individuais e dissemina o conceito de #autocoaching nas redes sociais.

Sobre o blog

Dicas e reportagens sobre carreira, com foco nas mulheres que buscam satisfação, foco, produtividade e aprimoramento da imagem profissional. Um espaço para falar das tendências da área, que vai te ajudar a atingir a melhor performance da empresa chamada VOCÊ.