menu
Topo
Bru Fioreti

Bru Fioreti

Categorias

Histórico

Vontade de cochilar no trabalho? Veja dicas simples para aumentar a energia

Bru Fioreti

14/02/2018 05h00

Se esta quarta-feira acordou realmente mais cinza e a sua energia está baixa, é hora de lançar mão de estratégias levanta-astral e de organização! O bom é que as dicas a seguir servem não só para momentos de ressaca — elas ajudam você a ter mais produtividade a qualquer época do ano.

Faça uma lista de tarefas

A velha e boa "to-do list" não é apenas estratégia certeira para ter uma noite de sono melhor — como contei nesse post. Ela faz você começar o dia com foco no que mais importa, sem bater cabeça com miudezas que mascaram a procrastinação.

Em geral, é recomendável fazer essa lista no fim do experiente, planejando o dia seguinte. Quando menos energia gasta de manhã, melhor.

Se sua cara está mais ou menos assim na frente do computador, tente a técnica dos blocos de 90 minutos (Foto: Pexels)

Alimente-se melhor

Você já leu tantas vezes sobre o tema que pode passa batido aqui, mas não caia nessa!

Excesso de carboidratos refinados e açúcar em geral tendem a dar efeito rebote no ânimo, fora que comer demais é a chave para o desânimo imediato (veja mais sobre nutrição e produtividade aqui). Por isso priorizar uma alimentação leve e natural tende a aumentar seu nível de energia.

E acima de tudo: beba ÁGUA, seu cérebro precisa dela para funcionar bem, simples assim.

Crie pausas estratégicas

Fazer pausas de 90 em 90 minutos e desfocar do computador é uma das maneiras mais eficientes para render em dias de longas jornadas, segundo estudos. Puro engano achar que muitas horas sequenciais rendem mais do que blocos de concentração.

Inclusive várias linhas de pensamento defendem trabalhar menos horas no dia focado em uma coisa só em vez de completar um expediente tradicional na função multitarefa — fazer várias coisas ao mesmo tempo não economiza tempo ao final, ao contrário do que parece.

Mas se você não puder testar a jornada concisa e hiperconcentrada, tudo bem! Tente colocar lembretes a cada 90 minutos a fim de começar e terminar blocos de tarefas com o mínimo de interrupção possível. A cada pausa, você desfoca do computador, olha para a rua, se alonga e se espreguiça ou usa esse tempinho intermediário para checar o e-mail ou o WhatsApp.

Cabe aqui a clássica voltinha até o café — aquele animador imediato para quem metaboliza bem cafeína — e um papo com os colegas.

Tente fazer tarefas mais desafiadoras

Soa paradoxal, mas deixar para fazer os trabalhos mais complexos nos dias de desânimo pode ser o antídoto ideal para a preguiça.  O que você já faz no piloto automático vai alimentar o sono, enquanto as atividades mais desafiadoras ativarão seu modo de alerta. Insista nos primeiros minutos porque obviamente vai dar vontade de desistir…

Não funcionou? Veja então se consegue priorizar projetos mais lúdicos nesses dias, fontes de prazer que elevem o ânimo.

Sobre a autora

Bruna Fioreti é coach de vida e carreira, jornalista e consultora de branding pessoal e conteúdo. Ministra cursos e palestras sobre carreira, estilo, produtividade e temas femininos pelo Brasil - expertise desenvolvida em cinco anos como redatora-chefe da revista Glamour. Com MBA em Coaching em curso e seu projeto Manual de Você, realiza dezenas de atendimentos individuais e dissemina o conceito de #autocoaching nas redes sociais.

Sobre o blog

Dicas e reportagens sobre carreira, com foco nas mulheres que buscam satisfação, foco, produtividade e aprimoramento da imagem profissional. Um espaço para falar das tendências da área, que vai te ajudar a atingir a melhor performance da empresa chamada VOCÊ.